7 de junho de 2009

Eleições europeias e o pirata

Ellen Söderberg é a sensação das eleições europeias. Apenas com 18 anos é a mais jovem dos 785 deputados eleitos na Europa, a maioria de meia-idade e homens. Representa o Partido Pirata da Suécia e obteve 200.000 votos nas eleições realizadas hoje com uma percentagem de 7,1% próxima da que o CDS obteve em Portugal. O Partido advoga a mudança da legislação para facilitar o desenvolvimento global da sociedade da informação, que se caracteriza pela diversidade e liberdade. O fim último é que a cultura seja acessivel a todos. Exigem maior respeito pelos cidadãos, o direito à privacidade, e reformas para as leis dos direitos de autor (copyright) e das patentes. Consideram abusivas as leis que protegem os monopólios privados e as multinacionais da livre concorrência e que vendem os seus produtos aos preços que bem lhes apetece, sem que estes tenham alguma correspondência com os custos do desenvolvimento ou produção. Este movimento já se estendeu a mais de 50 países como associações de cidadãos tendo-se algumas transformado em partidos políticos para facilitar a capacidade de intervenção e o acesso aos meios de comunicação. Em Portugal já existe um site de uma organização que aparentemente partilha estes princípios. (ver aqui). zct

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial