27 de janeiro de 2010

A montanha pariu um rato

Pensei que ia chamar-se iTouch mas afinal foi iPad. Foi anunciado como um equipamento revolucionário para navegar na net, ler e enviar email, ver fotos e videos, ouvir música, jogar, ler e-books e muito mais. É similar em design ao iphone e no tamanho ao Kindle DX da Amazon que usa também um display de 9.7 polegadas. Pesa 680 gramas e ronda os 1,3 centímetros de espessura. O processador é de 1Ghz. Dizem que a bateria dura dez horas. Há duas versões - uma com Wi-Fi e outra com Wi-Fi e 3G. O Wi-Fi já usa a norma N, e o 3G suporta até 7.2 Mbps nas redes HSDPA. O nome iPad não tem nada a ver com o Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento (www.ipad.mne.gov.pt). Por acaso “iPad” já está registado, nos Estados Unidos pela Fujitsu desde 2003 o que se calhar vai dar lugar a uma dura batalha judicial. Para a Apple o iPod foi um exito que reside no iTunes e para o iPad a grande negócio será futuramente o iBooks. Para mim a montanha pariu um rato. zct

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial