17 de fevereiro de 2009

Madrid, Arco 2009

A crise parece ser boa para a Arte. Os investidores preferem trocar notas por obras de arte do que confia-las a um banco que não se sabe se vai falir no dia seguinte. Pareceu-me ver muito menos visitantes do que nos anos anteriores, também por causa da dita crise ou assustados com a cratera feita pela ETA uns dias antes da inauguração que desfez 50 automóveis ali mesmo ao lado. As pessoas com quem falei impressionaram-se com o trabalho de Vivek Vilasini "The Last supper / Gaza" (foto1) e o espaço da Galeria The Guild era escasso para os visitantes que se atropelavam para ver o quadro. Eu apreciei Rirkrit Tiravanija, Subodh Gupta, Julia Fullerton-Batten, Samuel Salcedo e particularmente o iraniano Afshin Pirhashemi (foto2). Entretanto no Prado decorria uma excelente exposição com obras de Francis Bacon. zct

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial